Dica Neopag

Entenda a importância de fazer a checagem de informações de Referências Comerciais!

Publicado por:
This is some text inside of a div block.

No mercado varejista, é muito comum os clientes pedirem para realizarem as compras no crediário dos comércios, e cabe aos estabelecimentos decidir se o crédito será concedido aos consumidores ou não. Está não é uma decisão simples, dado que o não pagamento da conta em aberto pode prejudicar o faturamento da loja. Por isso, existem diversas formas de “confirmar” se o cliente é um bom pagador ou não. 

No entanto, a prática mais comum e tradicional neste setor para conferir essas informações é solicitando aos clientes referências comerciais. Um modelo antigo, mas que funciona em alguns estabelecimento. Alguns clientes são relutantes para dar essas informações, mas é interessante informá-lo que quanto maiores forem as garantias, maiores serão as chances de ter um limite de crédito maior.

Entretanto, apenas solicitar as referências comerciais o não é o bastante, pois tudo depende de como esse procedimento é realizado, quais os critérios utilizados e como validá-los. Cada comércio tem seus próprios processos internos, mas independente de quais sejam é necessário que estes parâmetros sejam claros e objetivos, caso contrário pode afetar diretamente nos resultados dos estabelecimentos. 

Uma das melhores forma de fazer isso é com um processo de checagem de informações coeso, assim será possível identificar se o comprador tem um bom histórico de pagamento em outras lojas.  Ao entrar em contato com os outros estabelecimento usado como referência pelo cliente é importante extrair informações como: o tempo que este cliente frequenta a loja, o volume de compras mensal, a regularidade dos pagamentos efetuados, o limite atual do cliente na loja, entre outras.

Por isso, é evidente que o sucesso da venda à prazo está diretamente relacionado com a checagem de referências comerciais, já que a experiência positiva de crediário em outras lojas será usada como base para liberação de crédito do cliente. Este é arcaico, mas ainda sim uma forma segura de “garantir” que o cliente honre com os compromissos financeiros assumidos na venda à prazo e não prejudique a saúde financeira do estabelecimento comercial. 

Hoje, existem outros modelos de checagem de informação que são mais práticos e rápidos, como por exemplo a consulta nos órgão de proteção ao crédito. Porém, fazer essa consultas nem sempre é barato.
O ideal mesmo é confirmar as informações dos cliente de todas as maneiras disponíveis, assim as garantias que o consumidor será um “bom pagador” é maior.

Neopag.
Bom para quem paga.
Bom para quem recebe.

Veja nossos outros posts:
Saiba o que é preciso para ter uma boa operação de loja!
Como criar uma vitrine atraente?
Planeje as compras da sua loja e aumente seus lucros!
3 Dicas Essenciais para a Relação com os Fornecedores

Você Também Pode Gostar:

Dica Neopag
Venda para um nicho de mercado e alavanque suas vendas!
Ler Mais
Dica Neopag
3 Dicas Essenciais para a Relação com os Fornecedores
Ler Mais
Como vender para clientes desbancarizados?
Ler Mais